Migração no Sul Global

haitianos no mercado de trabalho brasileiro

  • Leonardo Cavalcanti, Prof. Universidade de Brasília - UnB
  • Tânia Tonhati, Dra. Doutora pela Universidade de Londres, Goldsmiths, e pesquisadora do Observatório das Migrações Internacionais (OBMigra).
  • Antônio Tadeu de Oliveira Pesquisador do IBGE e coordenador de estatísticas do Observatório das Migrações Internacionais (OBMigra).
Palavras-chave: Migração Internacional, Brasil, Migração Haitiana, Mercado de Trabalho

Resumo

Este artigo apresenta um panorama da presença haitiana no mercado de trabalho formal brasileiro, com foco na Região Sul do país. Essas escolhas foram guiadas por: i) tratar-se do principal coletivo estrangeiro com vínculo empregatício; e ii) ser a Região onde mais cresceu a presença da força de trabalho haitiana. Foram utilizados os dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais), que é um registro administrativo declarado anualmente de forma obrigatória por todas as empresas registradas no Cadastro Nacional de Pessoas Jurídicas (CNPJ), que abrange o território nacional, podendo ser desagregada até o nível municipal. Além disso, é uma das principais fontes de informações sobre o mercado de trabalho formal brasileiro. Nesse sentido, foi possível identificar a distribuição dessa mão de obra pelo território nacional, em particular nos principais municípios do Sul do país; traçar um perfil desses trabalhadores através de variáveis como sexo, raça, idade e escolaridade; bem como tratar de variáveis que remetem à qualidade de inserção no mercado laboral, como atividade econômica, faixa de renda e horas trabalhadas.

Publicado
2019-05-30
Seção
Artigos