Travessar as travessas sinuosas e indeterminadas em mundos agitados

outras demandas à volta do agir humano

  • José Manuel Resende
Palavras-chave: Travessias

Resumo

Há tempos distendidos no agir humano quando as suas ações transitam de travessias em travessias? Ou a distensão dos tempos compõe-se com tempos convulsados que, inesperadamente ou não, se atravessam no agir humano? A natureza dilemática das ações humanas, e das suas maneiras de se coordenarem entre si, mas também consigo mesmo, não raia já a combinação atrás enunciada? O agir humano não tem estado sob o manto de incitações publicitadas e prementes na busca de autonomia, quase sem freio, isto é, sem a colocação de amortecedores que possam mostrar os seus limites? Raiar tais incitações emancipadoras no agir em mundos cada vez mais incertos não injeta nas ações humanas problemas, agruras, dilemas vários? São as competências infinda? São os empoderamentos incontáveis, mesmo aqueles que se mostram convenientes e que são buscados insistentemente pelos agentes institucionais? Ou a incessante demanda por mais autonomia tem de ser repensada e reequacionada por quem a solicita? Há travessias sem desvios?

Publicado
2021-12-31
Seção
Artigos