Planejamento urbano e política habitacional

os desafios do programa “Morar Feliz” em Campos dos Goytacazes-RJ

  • Ana Paula Serpa Nogueira de Arruda Uenf
  • Sergio de Azevedo
  • Geraldo Marcio Timoteo
Palavras-chave: Política urbana, Habitação social, Segregação socioespacial

Resumo

Partindo da premissa de que a questão habitacional possui fortes interfaces com o planejamento urbano, esse artigo se propõe a analisar o Programa Municipal “Morar Feliz” de Campos dos Goytacazes-RJ, investigando os impactos desta política sobre os moradores dos conjuntos, bem como os de seu entorno, no que se refere à qualidade de vida e aos serviços públicos locais. Apesar da melhoria residencial da população alvo, a falta de planejamento urbano acarretou efeitos negativos “não esperados”, uma vez que — construídos nas periferias pobres da cidade — os moradores desses conjuntos não lograram nem a complementação dos recursos necessários para ampliar os serviços públicos já escassos e muito menos estratégias voltadas para a diminuição ou contenção do aumento da violência.

Publicado
2017-12-18