Trânsitos contemporâneos

o ir e vir de emigrantes brasileiros(as) rumo à Europa

  • Gláucia de Oliveira Assis, Profa. Dra. Coordenadora do Observatório das Migrações de Santa Catarina, professora do Programa de pós-graduação em Planejamento Territorial e Desenvolvimento Socioambiental (PPGPLAN) e do Programa de pós- graduação em História da Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc).
Palavras-chave: Brasileiros na Europa, Mulheres Imigrantes, Gênero e Migração

Resumo

Nesse início de século XXI, a ampliação do fluxo migratório de homens e mulheres rumo ao estrangeiro tem colocado novas questões e problemas para aqueles que vivenciam a experiência de
conviver entre dois lugares — o Brasil e os vários locais de destino dos emigrantes brasileiros. Este artigo pretende analisar o ir e vir de emigrantes brasileiros entre o Brasil e a Europa, configurando um campo de relações transnacionais. Pretendo analisar, a partir de uma pesquisa etnográfica que envolveu observação participante e entrevista com migrantes e seus familiares, as trajetórias de mulheres migrantes e seus projetos migratórios entre ir permanecer na Europa ou voltar ao Brasil e como isso impacta as suas relações familiares e de gênero. Nesse cenário, os(as) brasileiros(as) se inserem num ir e vir entre a Europa e o Brasil que nos coloca a questão de compreender os novos arranjos familiares, as reconfigurações nas relações de gênero e os afetos que impactam a vida dos migrantes nesses trânsitos contemporâneos.

Publicado
2019-05-30
Seção
Artigos